Gerenciamento de Reservatórios

Otimização da produção de petróleo por modelos de simulação numérica de reservatórios.

O gerenciamento de campos de óleo e gás é uma atividade complexa e com muitos desafios, envolvendo decisões a serem tomadas em cenários incertos e um elevado número de variáveis ​​de decisão a serem consideradas. Assim, é importante ter técnicas e ferramentas para auxiliar tais processos, envolvendo análises detalhadas e completas para evitar a tomada de decisões subótimas e, consequentemente, melhorar a produção e a economia dos campos petrolíferos. Neste contexto, modelos de simulação são frequentemente utilizados para a tomada de decisões de longo prazo. No entanto, devido à complexidade dos campos de petróleo tratados neste projeto (sejam do pré ou do pós-sal), as simulações numéricas podem tornar-se muito demoradas, o que é um desafio para os procedimentos de análise de decisão. Assim, desenvolver e melhorar técnicas para diminuir o esforço computacional sem perder precisão nos resultados, e também agilizar decisões, é um dos principais objetivos desta linha de pesquisa. Além disso, nesta fase do projeto pretendemos dar soluções para aumentar a produção e recuperação com um perfil de baixa emissão de carbono e considerando eficiência energética das plataformas. Portanto, o foco principal desta linha é dar suporte e melhorar o gerenciamento e os processos de tomada de decisão em campos de petróleo. Para isso, esta linha está dividida em cinco subprojetos:

SP1: Modelagem, assimilação de dados e otimização baseados em conjuntos.

O foco da SP1 está na tomada de decisões, assimilação de dados e processos de otimização para apoiar e melhorar o desenvolvimento e gerenciamento de campos petrolíferos. O objetivo principal é gerar metodologias e ferramentas para serem aplicadas no controle e gestão de campos complexos.

Contato: Vinicius Eduardo Botechia (botechia@unicamp.br)

SP2: Digitalização e técnicas de visualização.

Há uma tendência de algumas tarefas relativas à gestão de reservatórios seguirem para um ponto de vista de digitalização. Assim, os principais objetivos da SP2 são: (1) melhorias na visualização para abordagens baseadas em conjuntos na assimilação de dados e suporte à tomada de decisão, (2) melhorias e desenvolvimento de ferramenta para seleção de modelos representativos e (3) previsão de reservatórios baseada em modelos combinado com abordagens baseadas em dados/aprendizado de máquina.

Contato: Vinicius Eduardo Botechia (botechia@unicamp.br)

SP3: Modelagem numérica de fluxo multifásico em meio poroso.

Este subprojeto visa melhorar a modelagem numérica de características estáticas e dinâmicas complexas de campos carbonáticos do pré-sal e avançar na computação de alto desempenho para OPM-Flow (um simulador de reservatório de código aberto).

Contato: Vinicius Eduardo Botechia (botechia@unicamp.br)

SP4: Eficiência energética e IOR.

Este subprojeto visa resolver a seguinte questão: como podemos melhorar a recuperação de petróleo e gás nos ativos das empresas petrolíferas e ser eficientes energeticamente? Neste contexto, o principal objetivo é aproveitar ao máximo a flexibilidade trazida pelos sistemas de produção e técnicas de EOR (poços inteligentes, ICV, AICD, WAG, injeção de polímeros, WAG ou outros) para aumentar a produção e recuperação com baixa produção de carbono e considerando as demandas de energia.

Contato: Davi Éber Sanches de Menezes (menezes@unicamp.br)

SP5: Time de desenvolvimento: fluxos de trabalho, ferramentas, guias e suporte de TI.

O principal objetivo é apoiar todos as outros SPs com as ferramentas necessárias para o desenvolvimento da pesquisa, com um acompanhamento próximo para também identificar, implementar e manter fluxos de trabalho e soluções maduras para facilitar a transferência de conhecimento e tecnologia.

Contato: Antônio Alberto de Souza dos Santos (aalberto@unicamp.br)

Conheça nossas outras Linhas de Pesquisa

Elevação Artificial.

Elevação Artificial

Otimização da produção - elevação artificial e garantia de escoamento.

SAIBA MAIS
Caracterização de Reservatórios.

Caracterização de Reservatórios

Caracterização e modelagem geológica de reservatório carbonático do pré-sal brasileiro.

SAIBA MAIS